CENTRO DE APOIO E PROMOÇÃO DA AGROECOLOGIA

Notícias

Escolas devem promover alimentação saudável

7-08-2018

Vale do Sol/RS - O CAPA realizou nos meses de junho e julho oficinas de alimentação saudável para as duas turmas do 1º ano da Escola Família Agrícola de Vale do Sol (Efasol). Ambos são parceiros desde a criação da escola em 2013 e, a partir disso, o trabalho conjunto vem se fortalecendo por meio de várias iniciativas. Através do agrônomo Luiz Rogério Boemeke, o CAPA também faz parte do conselho da Associação Escola Família Agrícola de Vale do Sol (Aefasol).

As oficinas foram ministradas pela nutricionista e coordenadora do CAPA Santa Cruz, Melissa Lenz, que iniciou apresentando a entidade e falando sobre a importância da agroecologia e da COMIDA BOA na MESA – nome da campanha do CAPA –. Também expôs a importância do resgate de saberes e sabores, da valorização da biodiversidade e da conservação das sementes crioulas. Explicou sobre o trigo sarraceno ou trigo mourisco, que é uma semente crioula e que não contém glúten, e por fim distribuiu sementes do trigo para os jovens.

As oficinas foram realizadas coletivamente, com o repasse de receitas como bolo de aveia e banana, bolacha salgada de ervas, torta de aipim, creme energético, entre outras. A iniciativa contou com a parceria da monitora e professora da área de Ciências Agrárias da Efasol, Cláudia M. da Rosa Gonçalves.

Escolas precisam promover a alimentação saudável

A alimentação saudável começa a ser, cada vez mais, um assunto discutido na escola – e precisa ser assim – junto com a valorização da agricultura local. “Poder partilhar saberes com o CAPA, para nós da Efasol, é de grande valia. Uma alimentação saudável deve estar presente na vida de todas e de todos. Aqui, prezamos por uma alimentação adequada e equilibrada, valorizando as produções locais e resgatando o modo de produzir e processar alimentos das famílias e estudantes”, disse Cláudia.

Neste semestre, serão realizadas mais oficinas, dessa vez para os alunos do 2° e 3° anos da Efasol. “Enquanto CAPA, espero que essa parceria se fortaleça cada vez mais, pois a escola, através da pedagogia de alternância, que reúne teoria e prática, leva aos jovens uma metodologia diferenciada e que possibilita o conhecimento sobre agroecologia, cooperativismo e organização comunitária”, afirmou Melissa.