CENTRO DE APOIO E PROMOÇÃO DA AGROECOLOGIA

Notícias

​Apreciadora de ervas medicinais

15-08-2017

Paulo Bento (RS) - Já na infância, Lorene Weippert, 57 anos, gostava de tomar chás e sempre buscava saber sobre seu valor medicinal. Até hoje, essa curiosidade acompanha a agricultora.  “Aprendi a melhorar o cultivo das plantas nas reuniões e nos cursos dados pelo CAPA/Núcleo Erexim e das pessoas mais antigas veio o conhecimento sobre as propriedades das ervas medicinais”, explica ela.

Lorene participa do grupo de saúde do município de Paulo Bento, onde trabalha com chás e pomadas. “Sempre tive o apoio de meu marido nas atividades comunitárias que realizo”. 

As reuniões do grupo acontecem na cidade e na casa de Lorene que possui mais de 40 espécies de plantas medicinais constituindo uma farmácia viva que foi implantada pelo CAPA na sua propriedade. As ervas possuem identificação para estudo, multiplicação e distribuição para as famílias.

Ao redor da sua casa existe uma horta/jardim: “eu planto todas no mesmo local: hortaliças, flores e ervas. Esta forma de manejo espanta para longe insetos que poderiam prejudicar minhas plantas”, explica Lorene.

Com o marido Horst, ela produz verduras, legumes, frutas, feijão, pipoca, batatas, mandioca, cana-de-açúcar, e dedica-se à criação de alguns animais: vacas, galinhas caipira, gado e suínos. “Nossa família sempre cultivava de tudo, até arroz e trigo, o que se comia a gente plantava”, lembra ela. "É bom recuperar essa história."

Fonte: Recado da Terra